diabetesCom a evolução, o nosso organismo desenvolveu uma forma brilhante de transformar o potencial dos alimentos em energia que as nossas células podem utilizar.
Durante quase toda a existência da nossa espécie, a glicose – a maior fonte de energia de quase todas as células -tem sido escassa. O que fez com que criássemos outras formas de a armazenar e obter. Se necessário o organismo pode produzir glicose a partir da gordura e da proteína.
Esta molécula vital do açúcar só é aceite pela célula através da hormona insulina, que é uma das substâncias biológicas mais importantes do metabolismo celular.
A sua função é transportar a glicose da corrente sanguínea para os músculos, tecido adiposo e fígado. Quando aí chega é utilizada como fonte de energia.
As células como estão muito expostas a níveis elevados de insulina, pela ingestão persistente de glicose, ganham resistência à insulina, o que faz com que a ignorem e não absorvam a glicose no sangue. Levando a que o pâncreas responda, libertando mais insulina, levando a níveis mais elevados de insulina para que o açúcar chegue às células. Isto provoca um problema cíclico, que acaba por culminar na Diabetes tipo II.

Diabetes

As pessoas com Diabetes têm níveis elevados de açúcar no sangue, pois o seu organismo não consegue transportar o açúcar até às células, onde seria armazenado como fonte de energia. Este açúcar que fica desadequadamente no sangue origina muitos problemas, entre eles: pode levar à cegueira, infeções, lesões nos nervos, doença cardíaca, alzheimer, etc. Durante esta cadeia de acontecimentos, a inflamação circula desenfreada pelo organismo.

A insulina não só leva a glicose às nossas células, mas infelizmente é também uma hormona anabólica, o que significa que estimula o crescimento, promove a formação e retenção de gordura e instiga a inflamação.

Diabetes Tipo I e II

A diabetes tipo I é uma doença diferente, considerada auto-imune. Estas pessoas tomam pouca insulina, pois o seu sistema imunitário ataca e destrói as células do pâncreas que produzem a insulina. Por isso é necessário injeções diárias desta hormona para manter os níveis de açúcar equilibrado no sangue e não tem cura.

Ao contrário da diabetes tipo II, em que o organismo vai sofrendo abusos de glicose ao longo do tempo e que poderá ser revertida através de uma mudança na alimentação e estilo de vida.

E você sabia que a bebida MOA contém ingredientes que previnem a Diabetes?

MOA é a bebida disponível mais rica em antioxidantes. Mistura 34 frutos, plantas, ervas e cogumelos biológicos, escolhidos criteriosamente pelas suas características medicinais e por serem provenientes dos melhores fornecedores à escala mundial, contribuindo para uma nutrição mais saudável e equilibrada.

Clique aqui para conhecer melhor a bebida MOA!

Clique aqui para ler testemunhos de pessoas com a bebida MOA!