Gravidez – O uso de contracetivos hormonaispilula

Foi documentado que cerca de 10% das mulheres que utilizam contracetivos hormonais, desenvolvem alterações na tolerância à glicose após um ano de consumo. Os resultados de vários estudos relataram que, altas concentrações de estrogénios, aumentam a síntese da serotonina e niacina a partir de triptofano. Por outro lado, descobriu-se que as mulheres que usam contracetivos hormonais regularmente, têm as concentrações plasmáticas mais baixas em eritrócitos de folato, bem como a vitamina B6, B12 e zinco. Portanto, é importante o consumo da bebida MOA, pois contém 34 ingredientes com nutrientes como vitaminas do complexo B, protegendo o organismo, contra os efeitos adversos que podem ocorrer devido a contracetivos hormonais, graças à presença de inúmeros principios ativos, como Curcumina,  Resveratrol, Proantocianidinas, Zeoxantina, Polifenois, Catequinas, Xantonas.

Dosagem: 2 doses por dia de MOA. (1 dose=30ml)

 

Síndrome pré-menstrual (SPM)

Quase 30% das mulheres, sofre de sintomas que podem variar entre: ansiedade, insónia, irritabilidade, diminuição da concentração, enxaquecas, dor na glândula mamária (mastalgia), distensão abdominal, edema periférico, aumento de peso, rubor, cólicas abdominais, náuseas, fadiga, aumento de apetite, desejos por doces, aumento ou diminuição da líbido, sendo que, em todos os casos, apresentam todos os sintomas com a mesma intensidade.

Deficiência subclínica de vitamina B6 e triptofano (precursor da serotonina), bem como de cálcio, podem causar vários sintomas, incluindo depressão e dor. Do ponto de vista nutricional, deve-se limitar o consumo de açúcar, cafeína (cola, café, chá, chocolate) e sal, aumentando a ingestão de hidratos de carbono complexos como, cereais integrais, vitamina B6, fibras, magnésio e prática de exercício aeróbico.

Os ingredientes encontrados na bebida MOA, que contêm cálcio, vitaminas B e B6, bem como a Curcumina, Xantonas, Catequinas etc., que são antioxidantes potentes e anti-inflamatórios, ajudam a atenuar esses sintomas.

Dosagem: 1 dose (30 ml) 3 vezes ao dia de MOA, com as refeições.

Gravidez e lactação gravidez

Durante a gravidez, uma alimentação e nutrição adequada influenciam  na prevenção de complicações na mãe e bebé. É importante para garantir uma “entrada” necessária de nutrientes, especialmente o ácido fólico, ferro, cálcio, fósforo, entre outros.

O consumo dos nutrientes da bebida MOA, como cálcio, ferro, fósforo, vitamina C e complexo de vitamina B, ajuda a complementar  a alimentação durante a gravidez, reduz o risco de anemia e descalcificação. Por outro lado, graças à ação anti-inflamatória, protege o sistema cardiovascular e fortalece o sistema imunitário por todos os principios ativos contidos, previne infeções do trato urinário, fornecendo, por sua vez, ajuda na prisão de ventre e hemorroidas.

Os ingredientes contidos na bebida MOA também podem ajudar o fígado a regular a homocisteína que, em grandes quantidades, pode aumentar a possibilidade de pré-eclâmpsia e eclâmpsia, defeitos de nascimento, parto prematuro e baixo peso no bebé, ao nascer.

Na diabetes gestacional, as Xantonas contidas no mangostão, os principios ativos dos cogumelos como o Ganoderma, o Açaí, etc existentes na bebida MOA, têm o efeito de inibir a enzima (alfa-amílase), que participa na regulação e estabilidade dos níveis de glucose no sangue (glicemia). As Xantonas assim podem reduzir significativamente a oxidação acelerada que ocorre.

É importante que as mulheres, tanto na gestação como na lactação, tomem a bebida MOA, e seus nutrientes, antioxidantes, anti-histamínicos e anti-inflamatórios, ajudando a nutrir e a fortalecer o sistema imunológico da mãe e do bebé.

Dosagem: 2 a 3 doses por dia, (1 dose 30ml).