Acne.

As Antocianinas, as Xantonas, a Corcumina e outros principios ativos que estão presentes na bebida MOA possuem uma capacidade antimicrobiana, acneespecialmente sobre Staphylococcus epidermidis, causadores da maioria dos abscessos intradérmicos e unindo o seu efeito antibiótico e anti-inflamatório, poderá contribuir para que os pacientes com acne vulgar sintam uma melhoria de origem natural. Além disso, o facto de possuir propriedades desintoxicantes naturais provoca efeitos de aclaramento da pele. Recomenda-se a toma de 2 a 3 doses, por dia, e aplicar compressas de MOA durante a noite, após a lavagem com água e sabão. Com doses duas vezes ao dia tem-se obtido bons resultados. Em casos graves de acne, sugere-se consultar um dermatologista.

Desconforto e inflamação da próstata.

Para problemas de próstata sugere-se o MOA, pelos seus ingredientes demonstrarem efeito anti-inflamatório, diminuindo o desconforto de uma forma natural e a Cirurgia Da Prostata. A sobrecarga dos principios ativos provocam um efeito sinérgico nesta doença. Sugere-se uma toma de 3 a 4 doses, por dia, e consultar o seu médico urologista.

Moa e a Febre.

Moa é usado como antipirético pelas suas propriedades de inibição selectiva de cox2, ciclooxigenasa2, inibitório da libertação de prostaglandinas. A febre ocorre endogenamente (internamente), aumentando a síntese local das prostaglandinas na área da regulação térmica do hipotálamo, no centro do cérebro. A Xantona mangostina gamaza ajuda a inibir essas prostaglandinas por acção enzimática. É recomendável, em caso de febre alta, tomar 1 a 2 doses de hora a hora para diminuir a febre. Se a febre alta persistir, será necessário consultar o seu médico com urgência.

Convulsões.

Não existem muitas experiências médicas a este respeito, mas algumas pessoas mencionam uma redução no período e tempo das suas crises, por consumirem MOA. Basta recordar o efeito sedativo e regulador de alguns dos ingredientes, como por exemplo o Mangostão, entre outros.